Injeção Eletrônica


O desenho acima representa um sistema sequencial de injeção eletrônica. É o kit de 5ª geração. Neste sistema, o gás é injetado sob alta pressão diretamente no motor de forma independente, com um bico injetor para cada cilindro.
O sistema é muito mais eficiente e a principal vantagem é a perda de potência que beira o zero e em alguns casos chega até a ultrapassar a do carro no combustível líquido.
Além disto ele tem a vantagem de poder ser utilizado em QUALQUER VEÍCULO, mesmo que tenha um motor muito complicado, como turbo, supercharger, coletor variável, etc.
A melhor aplicação é para quem roda bastante e possui um carro mais sofisticado e não deseja perder potência com o uso do GNV.
  1. O gás sai do cilindro e vem pela tubulação de alta pressão até chegar ao redutor de pressão.
  2. No redutor, a pressão é reduzida para cerca de 3 BAR e adequada ao funcionamento do motor.
  3. Do redutor, o gás vai para a ponte injetora que faz a distribuição para cada cilindro através dos bicos injetores
  4. No escapamento, a sonda lambda faz a medição para verificar se a queima foi correta.
  5. Caso contrário, o gerenciador muda a regulagem do sistema. Isto acontece em tempo real.
O Sequent.muda de gás para gasolina e para gás automaticamente, não há necessidade de se preocupar em mudar a chave comutadora ou pentelhações como ter de rodar x quilômetros na gasolina, etc.
Mesmo carros flex irão funcionar perfeitamente com este sistema.