Carnaval - Campanha Tenta Reduzir Acidentes

Para tentar reduzir o grande número de acidentes que ocorrem no Carnaval, principalmente em função do álcool, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e o Ministério da Saúde estão juntos em uma campanha. O objetivo é mostrar que vidas poderiam ser preservadas se as pessoas tivessem consciência e agissem com prudência.
Em Joinville, médicos residentes vão distribuir fôlderes, camisetas e bonés no Terminal Central, por volta do meio-dia. No fim da tarde, a ação vai se concentrar no cruzamento das ruas Princesa Isabel e Dr. João Colin. Para o presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia regional Santa Catarina, Valdir Steglich, além dos traumas, muito dinheiro é gasto com esse tipo de acidente.
— Esses valores poderiam ser aplicados em campanhas preventivas de doenças e em tratamentos de problemas de saúde da população — sugere.
Pesquisas mostram que os jovens são as maiores vítimas de acidentes de trânsito e que, parte deles, acontece por falta de cuidado e responsabilidade. De acordo com dados da SBOT, 78% dos jovens voltam para casa de carona com pessoas que beberam. Steglich afirma que acidentes por imprudência são frequentes e, quando não são fatais, deixam as vítimas com sequelas gravíssimas e para a vida toda.
— É preciso alertar os jovens e mostrar que diversão é diferente de imprudência. As pessoas podem se divertir sempre, sem se machucarem ou tirarem vidas — alerta o ortopedista. A campanha de conscientização vai ocorrer em todo o Estado.